Remendar para poupar

Há algumas semanas, vi as calças e disse à minha mãe que as remendava com tecido do bolso.

Oh! Não vale a pena, rapariga, isso é para o lixo. 

Esta semana volto a ver as calças no estendal. Afinal ele queria remendá-las e até tinha descolado um crachá de um boné, para esse propósito.

Se fosse uma super-heroína, era a super-remendos.

 

O buraco queimado era mesmo por cima do bolso, pelo que a minha preocupação começou por me certificar que o bolso interior ficava bem costurado e funcional.

Felizmente, o crachá tapava o buraco. Só tive de ter o cuidado de colocar um pouco de malha nas traseiras do crachá que iria arranhar no interior das calças.

Costurei o crachá às calças na zona azul, com linha igual. Pensei que o crachá fosse duro para a máquina de costura, mas a tarefa foi muito fácil.

Finalizei com um ponto no interior, para costurar a malha remendada, à malha das calças.

Remendo terminado, nova vida para calças velhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.