Por detrás das roupas da Gap e da H&M há abusos, denuncia associação

Trabalhadoras sofrem de abusos físicos e sexuais como forma de pressão para cumprir prazos.

Notícia Público

 

Cada vez mais, faz sentido costurar a minha própria roupa.

Guarda roupa de bonecas (zero waste)


De vez em quando, lá me chega às mãos uma boneca suja, nua e descartada.  Cabe-me a mim dar-lhes nova vida e encaminha-las para a mão de uma dona/o mais interessada/o.

Para minha surpresa, as saias são reversíveis. Usei este molde gratuito e adaptei ao tamanho que necessitava.

Para o top em malha, segui este vídeo.

Todos os tecidos eram restos do meu stock.

Adicionei ao lote uma mini escova, que foi recuperada de um lote de brinquedos, que encontrei num cesto que alguém deixou junto a contentores de reciclagem.

Pronta para ser deixada numa loja social.

Slow-diário #1

1) Num momento em que estava mesmo a precisar, encontrei este texto com 20 frases que podemos dizer-nos quando estamos esgotadas/os.

20 Things To Tell Yourself When You’re Feeling Burnt Out

2) A loja www.tecidos.com.pt, já tem bastantes tecidos com certificação GOTS e estou a sonhar com as peças que posso fazer. E achei os preços bastante razoáveis.

3) Na mala do carro, tenho inúmeras garrafas de plástico, que apanhei do chão, para colocar no contentor. É surreal, a falta de civismo.

Adoro que, quando digo à minha mãe, a reacção dela seja: “tiraste as tampinhas?”

4) Isto:

5) E o greenwashing da semana vai para: Oysho e os seus biquinis com 25% de poliamida reciclada, – já que as microfibras que irão libertar serão muito piores que de outros tecidos não reciclados.

[vários estudos sobre o tema, aqui]